OGIER SEGUE INTOCÁVEL NA FRENTE

If you like post, share with friends

26 Views

A Ford M-Sport tem em Sebastien Ogier o grande trunfo para o WRC 2018. O pentacampeão do mundo atacou na altura certa e com o ritmo certo, cavando desde logo um fosso assinalável para a principal concorrência. A Toyota está em alta na prova inaugural do campeonato e coloca os seus 3 carros nos 4 primeiros lugares, com Ott Tanak em posição de destaque, por ser teoricamente o único que ainda pode desfeitear o líder Ogier.

Num rali difícil de gerir, devido às condições dos pisos, as surpresas foram o prato forte em Monte Carlo. E se Ogier impôs demasiado cedo as suas regras, a Toyota marcou também a diferença, com a sua nova aquisição Ott Tanak a mostrar porque foi sempre incómodo para Ogier enquanto esteve na M-Sport. E o estónio continua a ser desconfortável para o campeão do mundo, só que agora gozando de toda a liberdade, numa equipa adversária, que entrou a todo o gás em Monte Carlo. Ott Tanak é o 2º classificado a 33,5 segundos de Ogier, teoricamente o único a poder contrariar a tendência de vitória do francês. Mas a Toyota está calma e confiante, porque conta com mais dois carros logo a seguir a Tanak. Jari-Matti Latvala é o 3º classificado a 1m32,7 do líder e Esapekka o 4º já a 4m38,5. A fechar o lote dos cinco primeiros classificados, e apenas a 1,6 segundos de Lappi, surge o primeiro Citroen, o de Kris Meeke, que acabou por ter uma recuperação positiva no dia de hoje.

Quem se pode queixar mais de azares é a Hyundai que, depois dos problemas de Andreas Mikkelsen, viu Dani Sordo desistir na 9ª especial devido a uma saída de estrada. Tanto Sordo como Mikkelsen chegaram a ocupar posições de destaque que davam a ideia de uma reação positiva da Hyundai, que agora conta apenas com o novo fulgor de Thierry Neuville, depois dos já conhecidos problemas. O piloto belga chegou mesmo a vencer hoje a 12ª e 13ª classificativas, dando os tão necessários sinais que a Hyundai tanto esperava, mas com o tempo perdido, está apenas na 7ª posição já a 5m33,4 de Ogier, e apenas a 33,4 segundos de Elfyn Evans, o segundo melhor piloto da Ford, que é o 6º da classificação geral. De registar que, entre o 4º lugar de Lappi (Toyoyta) e a 8ª posição ocupada por Bryan Bouffier (Ford), existe apenas um minuto de diferença, o que pode salientar a emoção do rali para o último dia. A encerrar o “Top 10” da prova, Craig Breen em Citroen está na 9ª posição a uns distantes 8m49 de Ogier e o 10º classificado é Jan Kopecky em Sokoda Fabia R5, o líder destacado entre a categoria WRC2.

 

Para amanhã estão agendados os quatro últimos troços do Rali de Monte Carlo, duas passagens pelas especiais de La Bollène-Vésubie/Peira Cava (18,41 km) e La Cabanette/Col de Braus (13,58 km), com a última a contar com os preciosos pontos da “Power Stage”. Ott Tanak venceu até agora 4 troços, Sebastien Ogier e Thierry Neuville venceram 3 troços cada um, Elfyn Evans triunfou em 2 troços e Andreas Mikkelsen venceu um. Ogier poderá ter os destinos da prova na mão, mas Ott Tanak é o único em posição de contrariar o campeão.

Source – rallydeportugal.pt


If you like post, share with friends

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close